jusbrasil.com.br
20 de Agosto de 2017

Quanto ganha um advogado? Veja o piso em cada Estado

Thaiza Vitoria
Publicado por Thaiza Vitoria
há 29 dias

Quanto ganha um advogado contratado?

O site Migalhas buscou saber qual é o piso salarial dos causídicos em cada Estado brasileiro.

Em algumas localidades, o piso é definido por lei. Outras contam apenas com o piso ético sugerido pela OAB. Confira as tabelas


Apesar de os outros Estados não terem piso salarial definido por lei, muitos estabelecem o chamado "piso ético", que seria o valor mínimo justo para a contratação de causídicos. Veja na tabela abaixo.


Os Estados AC, CE, MG, ES e TO informaram que não têm piso salarial.

Se você quiser realizar, gratuitamente, o teste básico de análise de perfil e descobrir se o seu temperamento pode estar dificultando a valorização profissional, acesse mais detalhes na minha página: CLIQUE AQUI.

Nota: Após se cadastrar voluntariamente para fazer o teste, podemos ter um contato pessoal por email. Além disso, é provável que você seja notificado (a) dos nossos eventos, agenda de palestras gratuitas e eventuais treinamentos. Será uma grande honra poder nutrir um contato mais informal. Conte comigo!

37 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Ola Jurisbrasilis....
Isso da vontade de rir....kkkkkkkk
E rir muito
Ter escritório e advogar não é fácil, é matar um leão por dia.
Certo dia, resolvi me candidatar a uma vaga em um escritório, e acreditem me foi exigido: inglês fluente-OK, carteira da OAB-OK, veiculo-Ok, Pós-graduação-OK, até tudo bem, valor do salário R$ 1800,00, me levantei - com vontade de mandar....bom ja sabem - e fui embora.
Prefiro matar um leão por dia, do que ser esfolado vivo por vários dias, por quem não da valor ao profissional.
Cargo de Juiz-tem status, cargo de promotor-tem status, cargo de Delegado-tem status, mas o de advogado não tem status e nem é considerado como tal. A OAB viaja sempre na ideia de que o Advogado é igual aos citados, mas na verdade, somos considerados OFICIE BOY com nivel superior.
Lembro que, Juiz, Promotor e Delegado são empregados, com horário para sair, para entrar e metas para cumprir, e se fizer cagada - perdão a expressão -, tem algum para corrigir.
O Advogado não é empregado de ninguém. Advogado não tem patrão, tem clientes.
Jamais baixem a cabeça e deixem que lhe contrate com valores medíocres.
VAMOS QUE VAMOS!!!!! continuar lendo

Nossa! R$1.800,00 com toda essa qualificação? Um escritório desses devia era tomar naquele lugar mesmo. Por isso que no Brasil o que rola é só concurso mesmo. Não tem outro jeito. continuar lendo

Nossa... me vi dentro da sua narrativa! Já cansei de ser sabatinada, sem sequer saber para qual cargo concorria e qual seria a oferta salarial. Nunca mais! Prefiro ter a renda incerta a ser esfolada viva e desrespeitada todos os dia da minha vida. E o pior: nossa profissão é intrinsecamente relacionada à experiência pessoal e à bagagem cultural, mas se você estiver próximo aos 40... forget it! As chances de contratação reduzem ainda mais. Muito triste, muito frustrante... continuar lendo

Nossa Wagner Cassimano até que o salário estava bom... Com as mesmas exigências me ofereceram o valor de R$1.400,00. Teria que viajar 80 km por dia + R$16,80 de pedágio por minha conta... continuar lendo

Para as empresas estarem oferecendo tão pouco é porque alguém, com os requisitos desejados, deve estar aceitando. No mercado de trabalho, qualquer profissional é um produto e esta sujeito as regras de oferta e demanda.
Médicos, engenheiros, reclamam, profissionais de TI nem se fala, mas o que não dá é ficar tabelando tudo e a todos, tentando atribuir salários que a conjuntura não permite. continuar lendo

Precisava de inglês porque esse emprego "era pra inglês ver." continuar lendo

Infelizmente isso é uma ilusão em Curitiba, PR. E quem advoga pode afirmar que se 10% dos escritórios pagarem o piso salarial é muito. É uma pena a desvalorização da profissão. Exigem tanto de um advogado para trabalhar em um escritório e pagam 2 salários mínimos, isso quando não for menos, pois existe. Parece piada, mas não é. continuar lendo

Nada fora do normal. Há mais advogado no Brasil que o necessário e o preço salarial se regula pela demanda. O advogado imagina que estará protegido pela burocracia da OAB contra a realidade do excesso de prestador de serviço.

Advocacia é mercado, ainda que o "papel burocrático" diga outra coisa. Função social não faz dinheiro. Os advogados pegam suas carteiras imaginando serem defensores da Justiça por força de um poder divino, estranho à relação de mercado. Exigir altos salários quando se acha advogado em qualquer canto é ilusão. Se querem ganhar bem enquanto assalariados, saiam do Brasil. Essa é a realidade. continuar lendo

Perfeito seu comentário. continuar lendo

E Santa Catarina? continuar lendo