jusbrasil.com.br
9 de Maio de 2021

Dificuldade de cobrar honorários

Thaiza Vitoria, Consultor Jurídico
Publicado por Thaiza Vitoria
há 3 meses

Eu sempre fui a advogada de 3 horas de sono por noite, colecionadora de diplomas, respostas prontas, controle absoluto e petições perfeitas.

Aprendi em casa que “Deus ajuda à quem cedo madruga", e por isso, acreditava que mais trabalho era o segredo para mais sucesso.

Acontece que a conta não fechava.

Ao final de 15 horas de trabalho, família negligenciada, saúde por um fio e o mundo nas costas, as receitas não refletiam meu sacrifício, muito pelo contrário, parecia que quanto mais sacrifício eu fazia, mas o dinheiro me repelia, e a voz que sempre escutava era: não tá valendo a pena, tem de algo errado contra mim...

Nessa época, meus amigos, a couraça do meu ego ainda estava bem dura, por isso, precisei de uma quantidade absurda de dor e perdas para entender que o erro estava na minha FORMA DE VER a vida, no meu ESTILO de trabalho, na minha VISÃO E SENTIMENTOS sobre o dinheiro, relacionamentos (principalmente na relação com meus pais), e não na quantidade de horas trabalhadas.

Foi nesse momento que comecei a pesquisar soluções COM HUMILDADE, porque antes precisei reconhecer que EU ERA a VILÃ e não a mocinha.

ATÉ AQUI JÁ HAVIA PERCORRIDO 3 PASSOS:

No primeiro passo, precisei de uma boa dose de dor para me render, assumir que onde estava não valia a pena, que milagre é para os aquebrantados, e que um pouco mais de tempo não me salvaria da minha ignorância.
O segundo passo foi considerar que eu não sabia tudo, e que muitos outros sabiam mais.
O terceiro passo foi começar a investir naquelas pessoas que sabiam mais, mesmo SEM CONFIAR EM MIM, NEM NELAS.

Inscreva-se gratuitamente👆

Por pura exaustão comecei a abrir mão da minha falsa majestade.

Essa vaidade trazia um padrão bem comum entre os advogados, e que hoje chamo de ATALHO PARA FALÊNCIA OU FÓRMULA DO SACERDÓCIO JURÍDICO:

Cobrar barato (menos do que precisa) + entregar em excesso (mais do que o cliente merece) + fazer essa troca com o máximo de sacrifício e reclamação possível + criar mais e melhores histórias do “porque” a vida não deu certo.

O jogo da vida que deu certo nunca é sobre fazer mais, sofrer mais, carregar mais peso ou acumular mais títulos...

O jogo da prosperidade na vida e na advocacia tem a ver com o impacto que você gera na vida das pessoas, seja por ajudar muita gente ou por ajudar mais profundamente poucas pessoas.

Agora reflita:

Você está ganhando o que merece na advocacia?

Pense com calma: você merecia ganhar mais?

Provavelmente você deve ter respondido que pelo tamanho do seu esforço, está ganhando menos do que merece.

Agora escuta a verdade:

VOCÊ E EU GANHAMOS EXATAMENTE O QUANTO MERECEMOS.

Sabe por que?

Porque ganhar dinheiro não tem relação com tempo de dedicação, experiência, anos de OAB, sacrifício, trabalho duro, abstenções, sacerdócio ou filantropia...

Não ganhamos de acordo com o quanto nos esforçamos, se assim fosse, os lavradores seriam ricos, e o Simon Sinek (multibilionário), que trabalha 4 horas por semana, estaria à minguas.

Ganhamos de acordo COM O IMPACTO QUE GERAMOS NAS PESSOAS e o quanto transformamos a sua vivência com nossos serviços.

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE👆

Você quer ganhar mais honorários, só existem dois caminhos:

1. Você transforma a vida de infinitas pessoas (problemas em massa)

2. Você transforma com profundidade a vida de poucas pessoas (problemas VIPs)

Ok, e como fazer isso, qual é a solução?

Pra você, depende do tamanho da couraça do seu ego, para mim, tive solução com o processo que te contei, mas ainda estou no caminho...

Hoje cobro 10X mais do que cobrava há 2 anos, e isso só aconteceu porque venho me EXAMINANDO, CORRIGINDO e ORGANIZANDO INTERNAMENTE, há mais de 15 anos, em 3 ASPECTOS:

1º Aspecto=> EU: meus pais, minha ancestralidade, minha origem, minha personalidade, meu comportamento, minhas crenças, meus pensamentos.

2º Aspecto=> RELAÇÕES: como vejo o outro, como trato o outro, posições e dinâmicas, equilíbrio de troca, vulnerabilidade, honestidade radical e maturidade emocional

3º Aspecto=> TRABALHO: o que servir, para quem servir, por quanto servir, como servir, até quando servir, o que fazer com os frutos dos serviços, o que deixarei no mundo após a minha partida.

Se você me perguntar se estou realizada, te responderei que SIM!

TENHO TUDO QUE PRECISO, embora ainda não tenha tudo que desejo, mas isso não me pesa mais, simplesmente porque descobri que meu trabalho é aceitar FORMAS MAIS INTELIGENTES DE CRESCIMENTO, sem abrir mão da minha FELICIDADE HOJE.

ESSA É A TROCA JUSTA.

O meu trabalho é entender e retirar tudo que se opõe a prosperidade absoluta. MEU TRABALHO NÃO É CRIAR PROSPERIDADE, MAS DESCRIAR O QUE A IMPEDE DE CHEGAR E PERMANECER.

Percebe como fica mais leve?

E não se trata de mais tempo, se trata de mais INTELIGÊNCIA SISTÊMICA, um atributo treinável que se manifesta quando estamos em ordem, à favor do fluxo da vida, sem atrapalhar nosso destino com ideias miseráveis de sacrifícios inúteis.

E você, como tem feito para cobrar melhores honorários?

9 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Interessantíssimo. Perfeitamente plausíveis as colocações. continuar lendo

Parabéns pelo texto, um bom choque de realidade faz muito bem! continuar lendo

Muito bom. Excelente texto. continuar lendo

Infelizmente , o advogado sempre cobra menos, ou por insegurança ou por ter "pouco tempo" de experiência profissional. Esquece-se que houve uma dedicação na graduação de 5 anos e o estudo será aprofundado em horas caso o cliente venha fechar o contrato.

Esquece-se que não foi nada barato pagar as mensalidades da faculdade (sacrifício próprio e de familiares) e nada fácil estar presente todos os dias da semana na universidade prestando atenção em cada detalhe que lhe preparava para sua profissão.

Esquece-se também que tem contas a pagar e que seu trabalho não é apenas resolver o problema alheio, mas além, resolver seus próprios problemas financeiros.

Excelente texto. A humildade nos faz melhores profissionais. continuar lendo